técnico do Always Ready acusa Boca de comprar árbitros

técnico do Always Ready acusa Boca de comprar árbitros

técnico do Always Ready acusa Boca de comprar árbitros

O técnico boliviano Eduardo Villegas, do Always Ready, acusou publicamente o Boca Juniors e o árbitro Kevin Ortega pelo pênalti polêmico no atacante Eduardo Salvio, do time argentino, marcado na partida entre as duas equipes pela 4ª rodada da fase de grupos da Copa Libertadores nessa quarta-feira (4/5).

Em declarações feitas à Rádio Del Plata, da Argentina, Villegas afirmou que o sentimento foi de roubo. “Sentimos que nos roubaram. Não gosto de me justificar nem de colocar desculpas, mas o árbitro foi espantoso, horroroso. E, ainda por cima, depois nos mostram imagens dos presentes do Boca. É uma vergonha”, disse ele.

Read:  La Selección de Dinamarca volvió a convocar a Christian Eriksen

O treinador de 58 anos continuou suas acusações, sem apresentar nenhuma prova: “Por uma camisa, você não pode ser tão parcial. Ou serão outras coisas, como se comenta aqui na Bolívia? Eu acho que o árbitro foi comprado pelo Boca, mas não se pode atuar tão mal. Não se pode cobrar isso. Jogamos mal, mas a diferencia esteve no pênalti, foi esse detalhe”.

De acordo com Eduardo, o árbitro errou na marcação do pênalti. “Nosso goleiro vai até a bola, e quando Salvio adianta a bola, o goleiro chega antes. Salvio atua. Foi um engano do árbitro. Salvio fez bem e o árbitro engoliu”, afirmou.

“Em um momento, Boca corria mais que a gente. Controlaram melhor a bola, ocuparam bem os espaços. Nós corremos atrás dos jogadores do Boca. Não jogamos nada”, finalizou o técnico.

As críticas sobre a arbitragem da competição não ficaram somente nesse confronto. No jogo entre Fortaleza e River Plate, nessa quinta-feira (5/5), muitos queixaram um possível pênalti em Renato Kayzer que não foi marcado.

Read:  Porto Seguro aposta em mais serviços para fidelizar clientes
Presentes

A polêmica da partida, entretanto, foi além do campo.

O presidente do clube boliviano acusou o Boca de presentear os árbitros da partida. Vários vídeos com presentes do time argentino no vestiário da arbitragem viralizaram nas redes sociais.

Questionado, um dirigente do Boca afirmou que trata-se apenas de uma cortesia por parte de clube, destacando ainda que a prática é rotineira para o time argentino.

A Polícia da Bolívia vai investigar o caso.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesesportes