São Paulo enfrenta Athletico-PR confiante em Brasileiro sem “sustos”

São Paulo enfrenta Athletico-PR confiante em Brasileiro sem "sustos"

São Paulo enfrenta Athletico-PR confiante em Brasileiro sem “sustos”

Após a goleada sofrida na final do Paulistão diante do rival Palmeiras, Rogério Ceni disse que o São Paulo concentraria suas energias em fazer um bom Campeonato Brasileiro, que evitasse os “sustos e vergonhas” passadas na temporada 2021. Por isso, o treinador optou por usar time reserva na estreia da Copa Sul-Americana e manteve os principais atletas do elenco se preparando, no CT da Barra Funda, para a 1ª rodada do Brasileirão.

O jogo com o Athletico-PR, neste domingo (10/4), às 19h, pode ser um divisor de águas na vida do São Paulo. É a chance de apagar a má impressão deixada pelo grupo na decisão do Estadual e o futebol sonolento exibido diante do Ayacucho, no Peru, com a equipe reserva. O triunfo por 3 x 2, em Lima, mostrou diversas debilidades defensivas e não ajudou Rogério Ceni a encontrar boas soluções para o restante do ano.

Read:  San Lorenzo se enfrenta a Huracán en el Nuevo Gasómetro

“Eu acredito que foi importante (a vitória sobre o Ayacucho para melhorar o ânimo do elenco). Nós somos um grupo. Jogamos o Campeonato Paulista com quase 30 jogadores. Vamos começar o Campeonato Brasileiro com uma partida difícil contra o Athletico Paranaense, que joga a Libertadores. Por isso, psicologicamente a vitória foi importante, porque acabamos de perder uma decisão com o Palmeiras. Entendo que, ao ganharmos, começamos uma nova etapa, um novo momento. É sempre importante iniciar uma competição com uma vitória”, analisou Rogério Ceni, já prevendo o confronto com o atual campeão da sul-americana.

O Athletico Paranaense tem sido uma pedra no sapato em jogos no Morumbi. Nos últimos sete duelos entre o São Paulo e o adversário rubro-negro na capital paulista, a equipe tricolor somou apenas duas vitórias (em 2017 e 2020), sofrendo outras duas derrotas e três empates.

Read:  Lucas Aruba enxerga 2022 como ano para se destacar pelo Bahia

Brasileirão 2016 – São Paulo 1 x 2 Athletico-PR – Morumbi

Brasileirão 2017 – São Paulo 2 x 1 Athletico-PR – Pacaembu

Brasileirão 2018 – São Paulo 0 x 0 Athletico-PR – Morumbi

Copa do Brasil 2018 – São Paulo 2 x 2 Athletico-PR – Morumbi

Brasileirão 2019 – São Paulo 0 x 1 Athletico-PR – Morumbi

Brasileirão 2020 – São Paulo 1 x 0 Athletico-PR – Morumbi

Brasileirão 2021 – São Paulo 0 x 0 Athletico-PR – Morumbi

Sem poder contar ainda com Rodrigo Nestor e Gabriel Sara, que estão no departamento médico, Rogério Ceni dará oportunidade para Nikão como titular contra seu ex-clube. No Athletico-PR, Nikão foi bicampeão da Copa sul-americana (2018 e 2021), conquistou a Copa do Brasil (2019) e venceu por quatro vezes o Campeonato Paranaense (2016, 2018, 2019 e 2020).

Vestindo a camisa 10, Nikão terá no São Paulo uma função tática um pouco diferente da qual possuía no Athletico. Se no clube paranaense, tinha um caráter finalizador, caindo bastantes pelos flancos, com Rogério Ceni, o atleta terá a obrigação de ajudar a armar as jogadas ofensivas da equipe tricolor, podendo atuar um pouco mais centralizado. O Athletico-PR também apostará na lei do ex, tendo Pablo no comando do ataque.

Read:  Emagrecimento rápido com saúde? Conheça a dieta low carb

O São Paulo espera aproveitar as fragilidades do Athletico-PR de Alberto Valentim. O treinador não goza de muito prestígio junto à torcida, mas tem um grande aliado dentro do clube, Alexandre Mattos, CEO de negócios de futebol, com quem trabalhou no Palmeiras. A direção entende ter um farto elenco, capaz de alcançar boas posições e surpreender no Brasileirão.

O último resultado, no entanto, colocou mais um ponto de interrogação sobre o trabalho de Valentim. O empate sem gols com o limitado Caracas, da Venezuela, na estreia da Libertadores, mostrou um time com diversos problemas a serem corrigidos.