Santos perde para Coritiba no 1º duelo da 3ª fase da Copa do Brasil

Santos perde para Coritiba no 1º duelo da 3ª fase da Copa do Brasil

Santos perde para Coritiba no 1º duelo da 3ª fase da Copa do Brasil

Em mais uma atuação decepcionante, o Santos perdeu para o Coritiba, por 1 x 0, nesta quarta-feira (20/4), no Estádio Couto Pereira, no primeiro duelo da terceira fase da Copa do Brasil. As equipes voltam a se enfrentar no dia 12 de maio, na Vila Belmiro, no jogo de volta.

A derrota pelo placar mínimo não revelou o domínio do Coritiba, principalmente, quando o goleiro João Paulo, com várias grandes defesas, foi o maior destaque da partida.

O primeiro tempo terminou 1 x 0 para o Coritiba, mas dois ou três gols a mais para a equipe paranaense não seriam um exagero tal o volume ofensivo da equipe. O goleiro João Paulo, com pelo menos cinco belas defesas, evitou o massacre paranaense. Duas delas foram nos primeiros dois minutos de jogo.

Read:  Denuncia contra Sebastián Villa: se filtraron chats que complican al jugador

Por ironia, o gol do Coritiba, que tanto pressionou, saiu em um contra-ataque. E na décima finalização da equipe. Alef Manga foi lançado por Willian Farias e tocou na saída de João Paulo para abrir o placar, aos 23 minutos.

Naturalmente, o Coritiba diminuiu o ritmo após obter a vantagem no placar, com isso o Santos passou a aparecer mais em seu campo de ataque, mas a falta de inspiração do meio de campo impediu que o ataque incomodasse a meta de Alex Muralha.

Apesar da falta de produção ofensiva, o Santos, por incrível que pareça, poderia ter obtido o empate, aos 28 minutos, quando Madson foi claramente derrubado dentro da área. Pênalti claro, que o árbitro não marcou. O lance fez o Coritiba acordar e outras três oportunidades foram criadas para novas defesas do goleiro João Paulo.

Read:  La exmujer de Toto Salvio volvió a atacarlo en redes sociales

O segundo tempo começou mais cadenciado. O Santos voltou mais confiante na busca do empate, enquanto o Coritiba apostou nos contra-ataques. A disputa ficou mais equilibrada. Os paranaenses somaram mais duas chances de gol, a melhor delas com Henrique, e os santistas quase empataram com uma cabeçada de Ricardo Goulart

A segunda parte da etapa final foi de menos intensidade das equipes, apesar das alterações feitas pelos treinadores. O Santos permaneceu sem força para buscar ao menos o empate, enquanto o Coritiba pareceu satisfeito com o placar obtido no primeiro tempo.

Nos acréscimos, o técnico Fabián Bustos, revoltado desde a não marcação do pênalti em Madson no primeiro tempo, acabou recebendo o cartão vermelho por excesso de reclamação.

Read:  Federico Coria está en la final del Challenger de Milán

FICHA TÉCNICA

CORITIBA 1 X 0 SANTOS

CORITIBA – Alex Muralha; Matheus Alexandre, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Birô; Willian Farias, Andrey e Régis (Robinho); Alef Manga (Guillermo de los Santos), Clayton (Adrián Martínez) e Igor Paixão. Técnico: Gustavo Morínigo.

SANTOS – João Paulo; Madson, Maicon, Eduardo Bauermann e Lucas Pires; Willian Maranhão (Vinícius Zanocelo), Sandry (Rodrigo Fernández) e Ricardo Goulart (Léo Baptistão); Ângelo (Marcos Leonardo, Bryan Angulo (Lucas Braga) e Jhojan Julio. Técnico: Fabián Bustos.

GOL – Alef Manga, aos 23 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Bruno Arleu de Araujo (RJ).

CARTÕES AMARELOS – Henrique, Maicon, Willian Farias, Lucas Pires, Alef Manga e Matheus Alexandre.

RENDA – R$ 388.130,00.

PÚBLICO – 22.281 pagantes (23.545 total).

LOCAL – Estádio Couto Pereira, em Curitiba.