No elenco de Pantanal, Silvero Pereira sofre acidente de carro no Ceará

Imagem com montagem das fotos do acidente de carro e o ator Silvero Pereira

No elenco de Pantanal, Silvero Pereira sofre acidente de carro no Ceará

O ator Silvero Pereira sofreu um acidente de carro na tarde deste domingo (18) entre os municípios de Senador Pompeu e Piquet Carneiro, no Ceará. O artista, que está prestes a entrar no elenco da novela Pantanal como o mordomo Zaqueu, estava acompanhado de dois amigos quando o veículo que dirigia atingiu uma ribanceira após ultrapassar o acostamento da rodovia CE-166. Os ocupantes do automóvel saíram ilesos.

De acordo com informações divulgadas pela assessoria de imprensa de Silvero, ele estava na condução do carro quando o automóvel saiu da pista por causa de uma curva acentuada. O veículo parou por conta das árvores no entorno. Os ocupantes do carro estão bem e foram ocorridos pelas equipes de resgate sem nenhum ferimento porque estavam usando cinto de segurança no momento do acidente.

Read:  Pensión vitalicia para familiares de víctimas de Covid 19: quiénes podrán recibirla

Em suas redes sociais, Silvero Pereira falou sobre o assunto depois que algumas fotos do acidente viralizaram. “Meu povo, tá tudo bem! Não se preocupem, aos que receberam as fotos de um acidente por WhatsApp, não foi nada sério! Nenhum ferimento. Tudo joia!”, explicou. No sábado (16), o famoso fez um show na cidade de Milhã, no Ceará. A coalisão aconteceu enquanto ele deixava a cidade para chegar até Mombaça, no mesmo Estado.

Em Pantanal, Silvero Pereira vai interpretar o mordomo de Mariana (Selma Egrei). Com seu jeito irreverente de ser, que, de tão cômico, chega a beirar o caricato, o personagem é contratado quando a família Novaes passa por dificuldades financeiras, mas goza de bom prestígio. No decorrer dos capítulos, ele trocará a vida na cidade por uma mais simples no Mato Grosso do Sul, quando viverá um amor não correspondido pelo peão Alcides (Juliano Cazarré).

Read:  Un estudio revela por qué las mujeres son más propensas al Alzheimer