Isadora Pompeo revela ser admiradora de Bolsonaro: “Ele é necessário”

Foto da cantora Isadora Pompeo

Isadora Pompeo revela ser admiradora de Bolsonaro: “Ele é necessário”

Jair Bolsonaro (PL) ganhou mais uma correligionária para a sua campanha de reeleição ao Palácio do Planalto: Isadora Pompeo, cantora evangélica e envolvida em um ruidoso divórcio com um dos jogadores do plantel do Flamengo, decidiu utilizar seu perfil nas redes sociais para declarar admiração ao Presidente da República. De acordo com a artista, ela assume ser “bolsominion” e justifica isso como uma falta de opção — mas pontua que o político “é necessário” para o atual momento do país.

“Eu sou bolsominion, bolsonarista ou o que for, mano, por falta de opção, entendeu? Gente, ele não representa tudo o que eu acredito, ele não faz tudo que eu acho certo, faz muita coisa errada, fala muita coisa sem noção, tem atitudes que não são convenientes, mas é o menos pior que nós temos, e glória a Deus por isso. Talvez ele não seja o melhor, mas talvez ele é necessário para o momento”, declarou a cantora, que sofreu retaliação de seus fãs após apoiar o candidato. Ela, inclusive, apagou os vídeos de suas páginas, mas as imagens foram reenviadas por outros perfis.

Read:  ‘Lido com isso há uma eternidade’ · Rolling Stone

Pouco tempo depois dos vídeos publicados e apagados por Isadora Pompeo para mais de cinco milhões de seguidores, ela ironizou a “liberdade de expressão” no Brasil. “Liberdade de expressão no Brasil? Não! Cuba, Coreia do Norte, China, Vietnã, sim! Vai nessa, crente! Preguiça”, declarou a intérprete de Toca em Mim de Novo. “Hoje é um dia feliz e sofrendo provação! Ô glória! Bate que o óleo tá fervendo”, escreveu ela.