Exigências de Ronaldo colocam transição do Cruzeiro para SAF em xeque

Exigências de Ronaldo colocam transição do Cruzeiro para SAF em xeque

Exigências de Ronaldo colocam transição do Cruzeiro para SAF em xeque

Após um período de empolgação e esperança, a torcida do Cruzeiro passa a ver com desconfiança o acordo firmado com Ronaldo, para que o clube passe por uma transição para se tornar uma SAF. Nesta semana, no entanto,  Fenômeno pediu mais garantias e deixou a situação nebulosa e incerta. Vale destacar que o prazo para a conclusão da negociação termina em 30 dias.

Em entrevista ao programa Redação Sportv, nesta sexta-feira (18/3), o líder do comitê de transição para a SAF, Gabriel Lima, deu detalhes sobre a negociação e respondeu sobre os imbróglios que acabaram surgindo desde que Ronaldo e a Raposa iniciaram este processo.

Read:  Perto da despedida no United, Rangnick acerta com seleção da Áustria

Entre os pontos que apareceram como obstáculo está a dívida tributária do clube Celeste. Ronaldo pediu ajustes nesse ponto, que precisa ser aprovado pelo conselho do clube. Fenômeno afirma que, caso as dívidas sejam passadas para a SAF, os centros de treinamento do clube, Toca da Raposa I e II, seriam incorporadas pela sociedade e colocadas como garantias, tendo em vista as altas dívidas que o clube possui que chegam a quase R$ 1 bilhão.

Para se ter uma ideia, em negociação recente, o clube conseguiu parcelar o valor das dívidas em parcelas que vão até  2032.

Durante sua participação no programa, Gabriel Lima afirma que a SAF entende que este seria o único caminho a ser seguido caso o conselho queira que a compra seja concluída. E que caso os conselheiros não abram mão dos centros de treinamento, a sociedade poderia deixar a negociação.

Read:  Éxito aprova oferta de recompra de até 320 bi de pesos colombianos

O Conselho Deliberativo civil questionou o contrato firmado entre as partes. Ronaldo não teria assumido nenhuma das dívidas nesses 90 dias em que está à frente do clube, além de questionarem o valor de R$ 50 milhões de aporte financeiro direto.

No contrato, Ronaldo prometeu que seriam R$ 400 milhões, mas que essa diferença de quantia viriam nas receitas geradas durante a gestão. Em sua resposta, ele afirmou que a quantia será investida de forma direta ou através de incremento de receitas.

Agora, o Conselho será convocado para aprovar ou não as mudanças requisitadas por Ronaldo.

Read:  United e Chelsea disputam clássico para “salvar” a temporada

Em campo, o Cruzeiro vem respondendo bem. Classificado na Copa do Brasil para a 3ª fase, a Raposa é a 2ª colocada no Campeonato Mineiro e deve seguir para o mata mata da competição. Neste sábado (19/3),  a equipe joga fora de casa contra a Patrocinense, pela última rodada da primeira fase do estadual.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesesportes