Angélica relata que sofreu abuso no início da carreira: “Não tive reação”

Angélica relata que sofreu abuso no início da carreira: "Não tive reação"

Angélica relata que sofreu abuso no início da carreira: “Não tive reação”

Angélica contou em entrevista recente que sofreu abuso sexual enquanto gravava uma participação na França para promover a música Vou de Táxi. A apresentadora revelou que as pessoas do país passavam perguntando quem ela era. “Eu devia ter uns 15, 16 anos. Estava em Paris, fazendo foto, porque a música Vou de Táxi é uma versão de uma música francesa. Os franceses perguntavam ‘quem é?’, aí falavam ‘ah, é uma apresentadora brasileira’”, começou a comunicadora para o site Mina Bem Estar.

Read:  Los bomberos festejaron la llegada de las lluvias a Corrientes

A cantora é casada com Luciano Huck e relatou que quando disseram que ela era brasileira, o grupo de homens se aproveitou da situação. “Era um grupo de jovens, de homens, meninos. O fotógrafo falou: ‘fica aqui do lado dela pra fazer foto’. E aí vieram aqueles meninos todos e quando o fotógrafo falou que era uma brasileira, cantora do Brasil, eles foram chegando perto de mim e se esfregando em mim”, afirmou Angélica relembrando a situação.

A apresentadora contou que os homens se aproveitaram da situação para passarem a mão pelo corpo dela e que, na ocasião, ninguém estava vendo. “Um dos meninos ficou passando a mão na minha bunda. Passando a mão em mim inteira. Eu estava atrás de um táxi, ninguém estava vendo e eu não fiz nada. Eu estava num país que não era o meu, eles conversavam numa língua que não era a minha… Estava ali, sendo violentada por dois, três meninos, ninguém viu, eu sabia e eu não tive reação nenhuma, não fiz nada”, concluiu.

Read:  Elenco com Margot Robbie, estreia e tudo que sabemos sobre filme de Greta Gerwig [LISTA] · Rolling Stone